E-BOOK: Empoderamento negro nos livros infantis

12/06/2018

[caption id="attachment_4751" align="aligncenter" width="799"]Representatividade negra Representatividade negra[/caption]

Somos um país de maioria negra e temos origens culturais diversas.


No entanto, se formos olhar os livros infantis, ainda encontramos uma grande maioria de personagens brancas e boa parte das histórias tradicionais vindas do imaginário europeu.


É preciso mudar esse quadro, para garantir representatividade às crianças negras e para criar todas as crianças bem longe do racismo. É preciso que negros estejam em histórias dos mais variados temas, e que não apareçam apenas quando se fala sobre temas específicos. É preciso educar o olhar, para perceber racismos implícitos em ilustrações e textos. É preciso expandir o imaginário na formação das crianças.




[caption id="attachment_4750" align="aligncenter" width="799"]Duula, conto do povo somali Duula, conto do povo somali[/caption]

Foi pensando nisso tudo que resolvemos fazer um e-book onde pudéssemos falar sobre representatividade negra e orientar famílias e educadores que queiram fazer diferente.


Queríamos também que o e-book não fosse apenas uma lista de livros, mas que servisse como um ponto de partida para reflexões e composição de um acervo básico.


Assim, dividimos nossas sugestões em 4 temas: Autoestima; Lendas e Mitos; Reflexão histórica e social e Livros sobre qualquer coisa.




[caption id="attachment_4749" align="aligncenter" width="799"]Você conhece a história da escrava Esperança Garcia? Você conhece a história da escrava Esperança Garcia?[/caption]

Acreditamos que esses são os eixos temáticos básicos para garantir uma verdadeira representatividade negra nas histórias infantis.


Nos livros sobre Autoestima, fala-se diretamente sobre a valorização do corpo e da beleza negra. Em Lendas e Mitos, garantimos um imaginário mais amplo em nossa formação cultural, ao incluir histórias orais que venham do continente africano. Com a Reflexão histórica e social, damos oportunidade de as crianças não naturalizarem as configurações sociais que percebemos hoje e que desenvolvam senso crítico.




[caption id="attachment_4748" align="aligncenter" width="799"]Meu crespo é de rainha, Yeah! Meu crespo é de rainha, Yeah![/caption]

Os Livros sobre qualquer coisa também são essenciais, porque, como dissemos anteriormente, essa representatividade não pode estar apenas nos livros com “temática negra”: precisamos ver negros representados em livros sobre qualquer tema do humano.


Claro que todos esses temas precisam estar juntos a livros com concepções estéticas eficientes, com textos, ilustrações e projetos gráficos de qualidade.




[caption id="attachment_4746" align="aligncenter" width="799"]Vamos refletir sobre o racismo? Vamos refletir sobre o racismo?[/caption]

Estamos muito felizes com o resultado e esperamos que vocês gostem. Desejamos, de todo coração, que esse e-book faça sentido para vocês, que ressoe em suas escolhas literárias e educacionais, que traga orientações nesse caminho de tornar a representatividade nas histórias infantis mais justa e coerente com a nossa realidade.


Enfim, que possamos construir uma infância e um futuro mais feliz para as crianças negras, e como consequência natural, para todas as crianças.


PARA BAIXAR O EBOOK, CLIQUE AQUI. É GRATUITO.


VAMOS JUNTOS NESSA LUTA!