Categoria - Resenhas (72)


Consideramos que este é um livrinho para adultos e crianças. Afinal, não é todo mundo que se dá bem com a solidão, não é mesmo? De maneira geral, o que percebemos no mundo é um movimento contrário: uma busca

Saiba Mais

Um unicórnio corre aflito na planície. Corre até os confins do mundo e depois dos confins do mundo. Griso é seu nome e ele é o último de sua espécie, o último unicórnio.

Saiba Mais

A biblioteca é apenas um caixote de livros amassados. Mas ali tem poesia. E também no muro despencado, na ladeira do caminho que leva Tui para a escola. No mais é tudo sol.

Saiba Mais

Como você via seus pais quando era criança? Como os imaginava? Qual era a imagem que sua criança tinha daqueles que te geraram ou criaram? O menino que narra a história de SUPER

Saiba Mais

Era uma vez uma cidade maravilhosa, em um reino não muito distante, onde viviam em um palácio um rei muito festeiro e sua filha. O REI QUE AMAVA MÚSICA é uma história super divertida

Saiba Mais

“Poema É brincadeira de palavras Que gostam De se divertir” Esse poema, do livro NA CASA AMARELA DO VOVÔ, JOANINJA COME JUJUBAS, resume um pouco da proposta poética da obra de Jaqueline Conte

Saiba Mais

O título e a imagem bem expressiva da capa já anunciam: este não é livro para fugir, camuflar, desviar. OLHE PARA MIM, de Ed Franck (texto) e Kris Nauwelaerts (ilustrações), é uma história cheia de convites

Saiba Mais

Lu é um pássaro pequenino e amarelo. Bilu é uma meiga hipopótama rosa. (com licença ao Português, pelo “hipopótoma”); Lu e Bilu são amigos e protagonizam uma coleção de livrinhos-imagem,

Saiba Mais

“Heróis à vista”, pela Globinho, é um livro de encontros e desencontros. Um livro também sobre propósito, determinação e dedicação. Cheio de bons afetos, mas também de desafios, e muitos, muitos, desapegos. Deem uma conferida:

Saiba Mais

Um pouco de fantasia, aventura e brincadeira, para falar de um tema que, na verdade, é bem sério. Todos nós, crianças, jovens e adultos, nos deparamos com a atratividade das tecnologias, não é mesmo?

Saiba Mais

No começo, os pássaros não tinha cor. É o que nos diz esta fábula contada pela premiada autora Lúcia Hiratsuka. A história tem origem lá na cultura oral do Japão e Lúcia, escritora e ilustradora, a adaptou,

Saiba Mais

Essa é uma história linear, mas não que seja categórica ou previsível. “Uma história linear” vem de um original de arte bem antigo, da arteterapeuta Regina Villela, que muitos anos depois resolveu virar livro.

Saiba Mais

Furos. Um título que dá nome a uma sensação ou sentimento que todos nós sentimos aqui na Terra. Quem nunca se sentiu vazando? Quem nunca sentiu que algo (ou tudo) lhe escapa? Quem nunca se sentiu furado,

Saiba Mais

Da Magia nas pequenas coisas às crianças que nos habitam, sejam as jovens ou as adultas, “A Menina e a Águia”, história trazida da oralidade, sobrevoa de início a biografia da mãe da protagonista.

Saiba Mais

A MENINA INTELIGENTE é uma história da cultura oral russa, recontada por Ilan Brenman e com ilustrações de Adriana Keselman. Dois homens – um rico e um pobre – estão viajando.

Saiba Mais

Babayaga é uma personagem da tradição oral da Rússia e de alguns países da Europa. Ela é a mais terrível das bruxas. Vive em uma casa assombrada, lá bem dentro da floresta escura.

Saiba Mais

Por Padmini A partir da maravilhosa apresentação feita por Pedro Bandeira, começamos a pressentir as grandes aventuras que nos reservam A CHAVE DO TAMANHO, de Monteiro Lobato

Saiba Mais

São muitos os motivos para ler. E também muitos os objetivos e efeitos da leitura. Isso porque nem sempre um livro existe para contar histórias. Este que apresentamos, por exemplo, é um livro para brincar!

Saiba Mais

Numa cidade cruel e dura, uma menina assalta uma senhora. A vítima segurava a bolsa com uma força sobre-humana, sem querer cedê-la à assaltante. E disse: “-Se você prometer plantá-las, eu solto!”.

Saiba Mais

“A árvore das lembranças” é um livro incomum. Para além da história de uma raposa de olhar doce e seus amigos, a mensagem principal é trazida com uma leveza particularmente singela.

Saiba Mais

Fim de ano inevitavelmente torna-se época de renovação de afetos. É tempo de olhar ao redor e reforçar e valorizar nossos laços. Tudo a ver com esse momento, então, é o livro de Anna Cruz – “A família regrada

Saiba Mais

Selecionamos dois livrinhos para rir e se divertir com as crianças. Indicados para leitores inciantes e para ler junto. (Obs: Tem um link para compra no final do post)

Saiba Mais

Zum Zum Zum bate o vento forte na janela. E, em brincadeira de onomatopeia, seu barulho parece ser: Zum zum zum Biiiiii Zum zum zum Biiiiiiiii Zumbi! Assim começa o delicioso livro “Zum zum zumbiiii"

Saiba Mais

Um menino que amava cultivar flores. Um país inteiro também apaixonado por flores. E são as flores que vão decidir o futuro de todos eles. O Imperador daquele lugar resolve escolher um sucessor para

Saiba Mais

abemos que o medo é na verdade um instinto de proteção. Mas notamos também o quanto muitas pessoas têm medo quando não há de fato um perigo iminente. É do nosso conhecimento também que podemos criar

Saiba Mais

“O pinguim azul de Miguel” começa com Miguel se apresentando. Ele tem seis anos e por sua primeira fala poderíamos associá-lo com qualquer menino “habitual”: “Eu sou Miguel. Tenho seis anos. Adoro jogar futebol.

Saiba Mais

Você conhece Sylvia Plath? Se não conhece, aconselho muito que procure seus textos, sua poesia tão intensa e arrebatadora. Ela é uma escritora americana, dos anos 60, que compôs bastante na linha da lírica confessional

Saiba Mais

A vida tem muitos lados. Muitas perspectivas. Muitas opções. E hoje, para o jovem, esse sentimento de muito beira o excesso. Raras são as vezes em que o caminho é óbvio.

Saiba Mais

Em “Dentes de rato”, temos uma narradora tão próxima do íntimo da personagem, que, ao pensar na história, tenho a impressão de que foi a própria Lourença que me contou.

Saiba Mais

Uma das definições do dicionário Aurélio para “poesia” é: “o que desperta o sentimento do belo”. Sem aprofundar em maiores explorações sobre esse conceito, vou abordar beleza como o que desperta em nós um estado de conexão

Saiba Mais

A primeira observação que faço sobre essa obra é a respeito do aspecto gráfico: da primeira página até a última, é preciso virar o livro (verticalizar) para ler a história.

Saiba Mais

Uma das principais recomendações que posso lhe dar para a leitura desse livro é que não o leia com pressa. Imagine-se num lugar escuro. Não é certo que, nessa situação, para se mover, é preciso andar devagar

Saiba Mais

Esta é uma história que começa com “Era uma vez…”, mas que vai muito além do já conhecido e do esperado em narrativas tradicionais para crianças. Muito me encanta essa configuração da literatura infantil como gênero literário

Saiba Mais

Desde que li o aficionado artigo “Uma idade à flor da pele”, de Marina Colasanti*, é que procurava por “A Instrumentalina”, ou ela me procurava, se considerarmos o dito, popular para mim

Saiba Mais

(Esse é um segundo post em que falo sobre representação homoafetiva na Literatura. Para olhar o primeiro texto, clique aqui) OLÍVIA TEM DOIS PAPAIS traz a história de uma menina, bem livre em sua infância,

Saiba Mais

Hoje o dia é de falar de representação homoafetiva nos livros para crianças. ((Maior diversidade na Literatura Infantil é sempre defendida aqui no Bamboleio. )) — Amor é amor, não é mesmo?

Saiba Mais

A história é sobre um menino que perguntava. O espaço e o tempo são os de uma infância antiga, do interior. O escritor é Ignácio de Loyola Brandão.

Saiba Mais

Sempre fui de questionar. Às vezes para fora, destemida e desbocada. Outras vezes para dentro, em reflexão e silêncio. Eu era daquelas que sempre tinha perguntas para o professor.

Saiba Mais

Hoje é um dia importante. Importante por nos trazer uma lembrança, pois foi nessa data, em 1888, que oficialmente se deu fim à escravidão no Brasil. Pois bem.

Saiba Mais

Eu falo por mim. Pois esses dias me dei conta do quanto preciso zelar mais pelo hábito de ler. O quanto ler me ajuda a internalizar, acalmar, concentrar, voltar-se para mim.

Saiba Mais

#históriasBamboleio Para Valentina e Flor Inaê Elas tinham um poder especial. Foi assim. Um dia aconteceu. Despediram-se. Beijo no pai. Beijo na mãe. Dormiram, cada uma em sua cama. Normal, fecharam os olhos.

Saiba Mais

O homem naturalmente ama. A mulher ama. As crianças amam. Os animais amam. Amor é esse instinto natural por estar junto. É nosso conforto, acolhimento e proteção. Mas e quando a gente precisa ficar distante?

Saiba Mais

É linda a força das metáforas. O que são esses nossos enrolos e distâncias senão vestidos rocambolescos que nos tornam difíceis e inacessíveis ao outro? Pois é. Neste livro, Madame Valesca tem vestidos assim

Saiba Mais

Quanto se tenta falar sobre o amor, não é mesmo? Tantos poemas, histórias, filmes, fotografias. Quanto se tenta captar com a linguagem esse sentimento que nos arrebata e que é a própria motivação da vida.

Saiba Mais

Somos seres de linguagem. Pois já parou para pensar que é no relacionar que nos construímos? E que para se relacionar com o outro utilizamos a linguagem, por meio de palavras, gestos, sons, imagens?

Saiba Mais

Já disse Manoel de Barros: “Poesia é a infância da língua”. Isso porque a poesia nasceu para liberdades, inovação e ousadias, assim como a criança. Mesmo a poesia formal se reinventa em suas formas fixas

Saiba Mais

Qual o problema do escuro, afinal? Ele também tem beleza. E muita. Muitas vezes é difícil enxergar isso, porque o escuro acaba sendo depósito de nossos medos. O medo é uma energia que paralisa.

Saiba Mais

Philéas mora em uma cidade em que é preciso comprar as palavras para poder dizê-las. Mas nem todos têm dinheiro para comprar as palavras que querem ou precisam dizer. Inclusive ele.

Saiba Mais

Zélia tem um dom. Ou melhor, muitos pensam que Zélia tem um dom. Para outros tantos, pode parecer até magia. Pois Zélia é capaz de transformar aflições em beleza e alegria.

Saiba Mais

Na última Primavera dos livros – evento de literatura que acontece todos os anos no Rio – fiz uma compra no stand da Editora Aletria que endeu muitos encantamentos. Livros delicados, que falam de angústias vividas por crianças,

Saiba Mais